Lilypie Third Birthday tickers

Lilypie Kids Birthday tickers

sábado, 28 de janeiro de 2012

Neuras.

Oi Gentiiiiiii.
Pois é estou aqui hoje para confessar que, eu já fui muito neurótica, e ainda sou mas só um pouquinho.

A mãe se preocupar com seu filho é normal, ainda mais quando ele está doente né, mas o problema é quando essa mãe maluca se preocupa exageradamente mesmo sem nenhum sinal de doença.

Só para esclarecer o trio teve muitos probleminhas respiratórios no final do ano passado, e eu passei uma 2764846353 noites em claro, ao lado do berço deles esperando que dormissem mesmo com o nariz entupido, agora graças ao bom Deus está tudo sob controle mas passei dias extremamente preocupada com cada tosse espiro e afins do trio, as vezes acontecia de alguém tossir no meio da noite e eu não conseguir dormir por uma hora, eu não sei se isso é normal afinal aqui nada é, mas acreditem já foi pior quando o trio veio para casa depois do parto UTI eu simplesmente fiquei uns 2 dias sem dormir,foi muto difícil acostumar a dormir ao lado de um berçário hehe, todo mundo que aparece por aqui pela primeira vez acha lindo ver um quarto com três berços.

Resumindo continuo detestando ouvir o trio tossir.

Bejus

4 comentários:

  1. Rosana, não fique assim, pois isso é muito normal!
    Eu devo ser um pouco pior. Quando vejo o nariz da Cecília com um pouquinho de secreção, vou dizer que fico até tremendo, pois sei que logo virá o entupimento, e a MALDITA tosse. E para completar, as outras três logo virão atrás. Também fico desesperada com a tosse e não sou só eu, meu marido também. Olha que elas vão fazer 3 anos e ainda fico muitíssimo preocupada com as gripes. A Cecília é a mais sencível no quadro respiratório, por incrível que pareça, pois a Catarina foi a que mais deu trabalho na UTI com o pulmão. Ficou entubada quase 3 meses direto. A Cecília teve entubada nem mês, mas é a mais sencível. Nem vou te animar dizendo que com o tempo passa, pois com a Clara que tem 13 anos é praticamente a mesma coisa. É coisa de mãe neurótica mesmo. Eu sou e já nem ligo, muito menos com os comentários alheios. Vai levando com calma e tenta não ficar tão desesperada. Eu faço um esforço incrível. Tem horas que dá certo e tem outras que não. É a vida, amiga.
    Beijocas nessas fofuras todas!! Sandra

    ResponderExcluir
  2. Rosana,
    até hoje, mesmo com eles dormindo a noite toda, levanto pelo o menos duas vezes por noite para ir vê-los.
    Você é normal. rsrsrs
    Beijo,
    Roberta, mãe dos gêmeos Rute e Miguel

    ResponderExcluir
  3. Vou falar sobre o meu perrengue com o desfralde lá no blog, rsrsrs. É que estou tentando escrever na ordem e pensei que seria fácil, mas o tempo é curto demais. E a insônia? Pois é...de tanto passar noites em claro acho que o meu organismo entrou em parafuso: passo os dias morrendo de sono, cochilando. À noite quando tudo se acalma o sono vai embora e fico rolando na cama até altas horas. Já fui ao médico e ele prescreveu medicação, mas tenho medo de remédios para dormir porque se "apagar" como vou cuidar da turminha? É isso, mas a gente vai levando, rsrs.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi querida. Aviso... Você é normal... Eu era assim também, ainda sou, só que agora menos já que a Ingrid está com 12 anos né?

    Ah tosse... A Ingrid já dormiu tossindo, então já sabe minha preocupação né?

    Bejus

    ResponderExcluir